Política

Bastidores da eleição 2022 em Juazeiro: a corrida já começou

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A briga por espaço político na eleição de deputado no ano que vem, em Juazeiro, promete muitos capítulos e uma série de discórdias nos grupos locais, especialmente na base da prefeita Suzana Ramos, onde já há burburinhos de disputa por espaços políticos.

Uma fonte muito próxima garante que só no ambiente familiar da prefeita tem dois pretendentes na disputa para deputado estadual: o filho, Jordavio Ramos e o sobrinho, Allan Jones. Embora não confirmem oficialmente as candidaturas, os dois tem sido vistos com frequência nas bases visitando correligionários.

A ideia não deve agradar ao deputado Roberto Carlos, que deixou a base de Paulo Bomfim para apoiar Suzana Ramos, com o compromisso de, provavelmente, receber o apoio da gestora na sua reeleição para a Assembleia. Com gente muito próxima de Suzana no páreo, como se especula, a sinalização é de que burburinhos de insatisfação possam ser notados em breve.

Na vaga para deputado federal mais um imbróglio a ser resolvido: Joseph Bandeira, de acordo com uma fonte muito próxima do ex-prefeito, já teria sinalizado o desejo de sair candidato a deputado federal, aproveitando o vazio de candidatos locais para o cargo, já que Isaac optou por uma vaga para estadual.

A decisão de Bandeira mexe mais uma vez com o planejamento e estratégias de outro aliado de Suzana: Adolfo Viana, um dos mentores e principal avalista no PSDB da sua candidatura a Prefeita de Juazeiro.

Com domicílio eleitoral em Casa Nova, mas muito presente na última campanha para prefeito em juazeiro, Viana pode ser um dos mais prejudicados com a decisão de Bandeira, já que vai disputar o voto na mesma base de eleitores que levaram Suzana ao Paço, sabendo que entra numa disputa desigual, por não ser filho de Juazeiro e por confrontar com um dos líderes de votos no município.

No palanque da oposição local, PT e PCdoB devem se confrontar pela primeira vez, desde que Isaac Carvalho foi eleito prefeito, em 2008.

Crisóstomo Lima (Zó), que disputa seu terceiro mandato para deputado estadual e foi um dos mentores da entrada de Isaac na política, vai bater chapa com o ex-companheiro, agora filiado no PT, na disputa por uma cadeira na Assembleia da Bahia.

Embora os dois sigam no palanque do PT para governador e presidente, na disputa de voto para deputado estadual, os caminhos e os apoiadores se dividem: No palanque de Zó, estima-se que a maioria dos vereadores de oposição, eleitos pelo PCdoB, e no de Isaac Carvalho, o ex-prefeito Paulo Bonfim, agora PT e o ex-presidente da Câmara Municipal, Alex Tanuri.

Correndo por fora ainda tem uma lista interminável de outros candidatos a deputado, patrocinados no município por vereadores ou lideranças partidárias, o que deve acirrar ainda mais a disputa.

Da redação redeGN


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comentários