Bahia

Rui Costa critica aglomeração em bares e não descarta voltar a fechar estabelecimentos

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Diante do aumento na taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para tratamento da Covid-19, que nesta semana ultrapassou o índice de 90% em pelo menos três regiões da Bahia, o governo do estado já cogita a possibilidade de retomar as medidas restritivas para conter a disseminação do coronavírus. Uma das estratégias já utilizadas pela gestão estadual anteriormente é o fechamento de bares e restaurantes, o que causa preocupação a empresário do setor.

Durante entrevista ao programa Balanço Geral, da RecordTV Itapoan, na tarde desta sexta-feira (21), o governador Rui Costa (PT) criticou donos de bares e restaurantes que promovem eventos com aglomerações. “Hoje a associação de bares soltou uma nota dizendo que quem gera as aglomerações são os paredões. São os paredões, mas os bares também”, afirmou o governador.

Rui também pediu o apoio dos empresários para que não seja necessário o fechamento desses estabelecimentos.

“É o meu apelo para você que é dono de bar, de restaurante, de loja, que tem empreendimento de todo o tipo, todo mundo pode ajudar. Agora, se você quer tirar o máximo de lucro, seu bar cabe 100, você vai botar 120, se você no meio da maior crise de saúde quer fazer som ao vivo, aí não dá, aí realmente vai ser disseminação, a contaminação vai se espalhar e nós vamos ter que fechar tudo de novo, infelizmente”, alertou o gestor estadual. “O cara que tem um estabelecimento, que precisa que o estabelecimento funcione, ele devia ser o primeiro a cuidar”, emendou.

Além disso, o petista comentou sobre o reflexo negativo que o fechamento de bares e restaurantes gera à economia do estado. “Não faz bem ao estado. Quando a gente fecha qualquer atividade econômica, a arrecadação do estado cai. Eu não gosto e ninguém gosta de tomar essas medidas, mas você fica com aquele dilema, se você não toma, o número de mortes vai subir, se você toma, vai prejudicar a economia. Eu prefiro, nesse dilema, sempre ficar com a vida humana”.

Questionado sobre sua opinião a respeito do fechamento de bares e restaurantes, Rui Costa disse preferir avaliar a decisão junto aos gestores dos municípios.

“Eu não gosto de antecipar porque eu gosto de tomar as medidas alinhadas com as prefeitas e os prefeitos para que a gente tenha eficácia e eficiência nas medidas”, disse. “Eu prefiro avaliar, eu prefiro chamar a atenção do comércio, do setor produtivo. Ou todo mundo vai tomar juízo e vai ajudar, ou não vai restar outra alternativa”, acrescentou.

O governador ainda fez um alerta aos empresários que pretendem manter o seu estabelecimento aberto. “Se você quer seu bar funcionando, o seu restaurante funcionando, então bote uma lotação menor do que a capacidade e com isso você vai manter o funcionamento o tempo todo”, orientou.

“Não bote som ao vivo para as pessoas dançarem e se aglomerarem num momento desse. Ajude a manter o seu bar funcionando, ajude a montar seu restaurante funcionando, porque se você não tiver compromisso com a saúde, não vamos ter outra alternativa”, concluiu Rui.

BNews


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comentários