Bahia

Rui Costa afirma que não há hipótese de fechar fábricas de cerveja na Bahia

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O governador da Bahia, Rui Costa, disse na manhã desta segunda-feira (24), que não vai fechar as fábricas que produzem cerveja no estado, mas não garantiu o mesmo para bares que registram aglomerações.

“Não há hipótese de fechar nenhuma cervejaria. O que eu quero é não fechar nada, mas para isso eu preciso da ajuda de todo mundo”, disse Rui Costa.

“Então, eu preciso, inclusive, da ajuda de donos de bares e restaurantes. Eu tenho recebido dezenas de imagens e aqui para nós, o segmento não está ajudando, porque infelizmente não está respeitando os decretos municipais que definem limite de ocupação, que definem o padrão de afastamento social”, ressaltou o governador da Bahia.

A declaração foi feita após o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, dizer que o governo estadual pode decretar medidas ainda mais rigorosas caso o número de pessoas que precisem de leitos de Unidade Terapia Intensiva (UTI) siga em crescimento nesta semana.

Fábio Vilas-Boas afirmou que “vai chegar o momento de que nós teremos que proibir a comercialização de bebidas, chegará o dia que nós teremos que fechar fábricas de cerveja na Bahia”.

Nas redes sociais, após a participação no Jornal da Manhã, programa da TV Bahia, o secretário afirmou que não sugeriu o fechamento das fábricas de cerveja e que o comentário dele foi um “mero exercício de retórica”, porque 2020 foi o ano que mais vendeu cerveja e o papel do álcool nas aglomerações.

Rui Costa também falou que tem recebido imagens de muitos bares lotados em todos os municípios da Bahia e que os fatos são responsáveis pelo aumento dos casos de pacientes com Covid-19 no estado.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comentários