Região

Prefeitura atualiza números da Operação de Patrolamento na área rural de Petrolina

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Frentes de serviço têm avançado com os trabalhos da Operação de Patrolamento das estradas vicinais da zona rural do município sertanejo. Já foram garantidos mais de 800 km desde janeiro deste ano por meio das operações de ‘Tapa-buracos’ e de patrolamento.

A prefeitura segue com o cronograma priorizando os trechos mais danificados tanto pelo intenso fluxo de transportes, quanto pelas recentes chuvas que caíram na região.

Através da Secretaria de Agricultura, a gestão tem atendido com celeridade as áreas mais afetadas desde o início do ano e até o momento, mais de 800 km atendendo as comunidades do R-4 no Projeto Maria Tereza, Muquém, Santo Antônio (região de Rajada), Cristália, Simpatia, Almas e Siringadinha. As equipes também estiveram em Lagoa do Geraldo, Sítio Tabuleirinho, Lagoa Brava, Sítio São Manoel, Atalho, Angical, Garcinha, Lagoa Do Geraldo, Sítio Tabuleirinho, Sítio Lagoa Brava, Sítio Santo Antônio, Sítio São Manoel, Sítio Angical, Sítio Alfavaca, Sítio Umburana, Chapada Do Alegre, de Angical passando por Barra até Garcinha. Além dessas, a estrada principal do Capim ao Projeto Maria Tereza; Serrote Pelado, Ouricuri, Cacimba do Baltazar e também a via que dá acesso ao Projeto Pontal.

Neste mês de maio, estão sendo atendidas as estradas de Ponta da Serra, Pau de Leite, Ponta da Serra sentido Riacho do Sobral e Assentamento Mandacaru, passando por Curral Queimado, Terra Nova, Sitio Mandacaru, Alto do Terra Dura, Caatinguinha, Tapera a Barreiro de Santa Fé, N-4, Laranjeira e Combro. Na última semana as equipes conseguiram melhorar trechos de estradas do Assentamento Nossa Senhora de Fátima, Bom Jardim, Uruás, Sítio Piranhas, Sítio Piranhas, Rio Jardim, Km 45, e da BR 407 até Pau Ferro.

“A gente segue com o ritmo acelerado de recuperação de estradas e vilas na nossa zona rural, conforme sempre nos orienta o prefeito Miguel Coelho. Vale lembrar que estamos com duas frentes de serviço atuando na área ribeirinha, sequeiro, irrigada e também em assentamentos. Para as comunidades que ainda não receberam nossas equipes queremos deixar um recado importante: estamos seguindo o cronograma e fazemos constante levantamento das áreas mais afetadas; podem ter certeza de que iremos atender sempre que possível”, afirmou o secretário de Agricultura, Gilberto Melo.

Ascom Prefeitura de Petrolina


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comentários