Bahia

Bahia segue em 2º lugar no ranking de desmatamento da Mata Atlântica, aponta relatório de fundação

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Bahia segue no segundo lugar no ranking de desmatamento da Mata Atlântica no Brasil, entre 2019 e 2020, de acordo com o relatório “Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica”, divulgado pela Fundação SOS Mata Atlântica e pelo Instituto Nacional de Pesquisas (INPE).

O G1 entrou em contato com o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), em busca de posicionamento sobre os dados do relatório e aguarda retorno.

De acordo com o relatório, foram desmatados 3.230 hectares de área de Mata Atlântica no estado (1 hectare equivale a 10 mil m²). Houve uma pequena redução se comparado aos dados do período de 2018-2019, onde 3.532 hectares foram desmatados.

A Bahia só ficou atrás do estado de Minas Gerais, onde 4.701 hectares foram desmatados. Já no Brasil, foram 13.053 hectares de área de Mata Atlântica desmatada, uma leve redução de 9% em relação ao ano passado.

Segundo o diretor de Conhecimento da Fundação SOS Mata Atlântica, Luís Fernando Guedes Pinto, mesmo que haja uma diminuição de 9%, não se pode falar em tendência de queda já que entre 2018-2019 o aumento do desmatamento foi de 30%.

Ainda segundo o diretor, no que se refere à Mata Atlântica, 13 mil hectares é muito, porque se trata de uma área onde qualquer perda impacta imensamente a biodiversidade e os serviços ecossistêmicos, como regulação do clima e disponibilidade e qualidade da água.

G1 Bahia Foto Reprodução TV Bahia


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comentários