Política

Otto Alencar critica Bolsonaro: “O presidente da República teima”

O senador Otto Alencar (PSD) voltou a criticar as ações do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia da Covid-19. Médico por formação, o parlamentar baiano foi entrevistado no programa “Sete em Ponto”, da Metrópole FM, na noite desta segunda-feira (1º).

Na atração, Otto frisou que o recuo da doença só é possível com a vacina. Ele relembrou uma declaração de Bolsonaro no início de fevereiro, quando admitiu que a cloroquina pode ter um efeito de “placebo” em pacientes e depois voltou atrás.

“O presidente da República teima. É uma coisa que eu não entendo. […] Não posso entender um presidente da República que diz uma coisa em pé e outra sentado”, alfinetou.

Alencar também afirmou que o chefe do Palácio do Planalto pode agir para baixar os preços dos combustíveis. “O presidente Jair Bolsonaro pode baixar até 10% dos combustíveis. Porque a Agência Nacional do Petróleo publicou em 2019 uma resolução que as empresas que produzem álcool não podem vender direto da refinaria direto para o posto de combustível. Tem que passar por uma distribuidora”, declarou. “Basta ele ligar para a ANP e dizer para cancelar essa resolução”.

Eleições 2022
Otto afirmou que ainda não decidiu como vai se posicionar em 2022: se vai tentar a reeleição ao Senado ou tentar outro tipo de mandato. “A gente só toma decisão política quando o momento exige a decisão”, ressaltou. Nos bastidores, o parlamentar é cotado para ocupar a vice do senador Jaques Wagner, que deve representar o PT na corrida ao Governo do Estado.

Comentários