Mundo

Empresa é processada por lançar tênis ‘satânico’ com modelo de calçado da Nike

Uma série limitada de tênis com referências satânicas e uma gota de sangue gerou escândalo nos Estados Unidos, e a empresa que os projetou em colaboração com o rapper Lil Nas X foi processada pela gigante de equipamentos esportivos Nike.

Os “Sapatos de Satanás” foram colocados à venda pela empresa MSCHF, especializada em produtos de série limitada que são vendidos na internet.

Os sapatos foram feitos em colaboração com o rapper americano Lil Nas X, famoso por sua música “Old Town Road”, um dos maiores hit em 2019.

O modelo é inicialmente um tênis Air Max 97 fabricado pela Nike, ao qual foram adicionados símbolos que aludem ao diabo, como uma estrela de cinco pontas invertida, e ao qual também foi injetada uma gota de sangue na sola, segundo o MSCHF.

“Os ‘Tênis de Satanás’ foram produzidos sem um acordo ou autorização da Nike”, disse um porta-voz da empresa à AFP. “A Nike não está ligada a esse projeto de forma alguma”, acrescentou.

A Nike exige a suspensão da entrega dos calçados que foram esgotados nesta segunda-feira ao preço de US$ 1.018 o par. A gigante de Oregon também exige uma compensação por danos e juros, mas não especificou o valor em questão.

A Nike diz que o modelo em questão é uma fonte de confusão e expôs a empresa a um possível boicote.

Nos últimos dias, o rapper de 21 anos também lançou um vídeo no qual se mostra fazendo uma dança erótica para o diabo.

Comentários