Remanso

Sessão na câmara tem “bate-boca” e protestos contra 1º projeto de Marcos Palmeira

A sessão extraordinária desta quarta-feira, dia 27 de janeiro, foi marcada por “bate-boca” entre vereadores e o plenário. Devido a pandemia, algumas pessoas não puderam ingressar nas dependências da câmara, mas nada impediu o povo de protestar contra o projeto de lei que visa tirar a licença prêmio e quinquênio dos servidores,  apresentado pelo Prefeito Marcos Palmeira.

1º PROJETO DE MARCOS PALMEIRA

O projeto de lei Nº471, primeiro projeto apresentado pelo Prefeito Marcos Palmeira, dispões sobre a organização administrativa do Poder Executivo Municipal de Remanso, estabelecendo novo modelo de gestão e da outras providencias.

Na primeira votação, os vereadores a favor do projeto foram: Geovane Passou, Valdir do Feijão, Marcelo da Banca, Ocimar Moura, Mailton Brito, Evanildo Oliveira e Robério Ferreira. Votaram contra: Alair Paes Landim, Cristiano Marques, Antonio Moura e Carlos Castro.

Caso o projeto seja aprovado na segunda votação, futuros servidores não terão direito a “licença prêmio e quinquênio’”. Também foram apresentados novos cargos, que o salário pode chegar ao valor de R$5.500,00 (cinco mil e quinhentos reais).

Clique aqui e confira o projeto (Vale ressaltar que, esse projeto foi alterado minutos antes do início da sessão).

DISCUSSÃO DURANTE A SESSÃO

Diante da natureza do projeto, que constitui um verdadeiro retrocesso, entidades sindicais e populares entravaram diversas discussões, ao longo da sessão, manifestando -se durante as falas dos vereadores. Além disso, várias discussões foram propagadas durante a sessão, teve bate-baco entre: parlamentar x parlamentar e parlamentar x pessoas presentes no plenário.

PROTESTOS 

Centenas de servidores e populares estiveram dentro e fora fazendo protestos contra o projeto apresentado. “Isso é um absurdo! Votei em Marcos Palmeira e estou completamente decepcionada com esse projeto que ele apresentou. Essa não era a mudança que eu queria”, relata uma manifestante que estava fazendo um panelaço.

TUMULTO

Após o término da sessão, os populares que aguardavam do lado de fora do prédio , vaiaram os vereadores que votaram a favor do projeto, e cobraram explicações, alguns saíram sob escolta policial.

Vamos estar acompanhando de perto a segunda votação a ser realizada, nesta quinta-feira (28), as 19h. Estaremos transmitindo a sessão através do nosso perfil no instagram: @remansonoticias.

Remanso Notícias

Comentários