Região

Bahia: Idoso de 93 anos escolhido para receber vacina, morre antes de ser vacinado

Escohido para ser o primeiro a ser vacinado contra Covid-19, em Mutuipe, município do interior da Bahia, o médico Divaldo Brandão, de 95 anos, nem chegou a ser vacinado, pois veio a óbito antes da aplicação do imunizante.

Divaldo foi o primeiro médico do município e morreu dormindo, em sua residência, na madrugada desta quarta-feira (20). A solenidade de vacinação em que ele seria o principal personagem estava agendada para poucas horas depois.

O médico ginecologista, que também fazia Clínica Geral, começou a trabalhar em Mutuípe em 1952, durante um surto de febre tifoide.

O corpo de Divaldo foi velado na Câmara Municipal de Mutuípe e transladado a Salvador, para sepultamento.

Da redação redeGN/ Foto arquivo pessoal

Comentários