Região

Pilão Arcado tem o quarto pior índice de isolamento social na noite de São João

Pelo visto a noite de São João na Bahia não atendeu aos apelos de distanciamento social. Dados da Superintendência de Estudos Sociais e Econômicos do Estado (SEI) divulgados nesta quarta-feira (24) apontaram que quase 10% das cidades nem chegaram a ultrapassar a barreira de 30% de isolamento social no tradicional dia da fogueira. Foram 38 municípios nesta faixa, ou 9,1% dos 417 municípios baiano.

A maioria está situada no Oeste e Sudoeste. Guajeru, na região de Vitória da Conquista, segurou a lanterna. Foi o município com menor índice. Conseguiu apenas 20,6% de isolamento social. Itaquara, no Vale do Jiquiriçá, foi o penúltimo, com 25,5% e Palmas de Monte Alto, terceiro pior lugar, teve 26,2%. Pilão Arcado, no Sertão do São Francisco, com 26,9%, foi o quarto pior; e Nova Itarana, também no Vale do Jiquiriçá, foi o quinto pior com 26,9%.

Para se ter ideia, 50% de isolamento social é o mínimo recomendado por autoridades sanitárias para evitar a disseminação da Covid-19. Os dez piores ainda tem Ibirataia (27%), Maetinga (27,1%), São Félix do Coribe, Piripá e Itatim (com 27,3% cada uma). A lista é completada por Santana, Condeúba e Paramirim (27,5%), Itapebi (27,8%), Cravolândia (28%), Nova Fátima (28,1%), Cipó (28,2%), Malhada (28,3%), Livramento de Nossa Senhora e Planaltino (28,3%), Candiba e Caculé (28,4%), Itapitanga (28,5%), Sítio do Mato e Conceição do Jacuípe (29%), e Licínio de Almeida (29,5%).

Também ficaram com percentual de isolamento abaixo dos 30% os municípios de Cariranha (29,6%), Ibiassucê (29,7%), Tabocas do Brejo Velho, Pindaí e Almadina (29,8%), Igaporã (29,9%) Tanque Novo, São Felipe (29,9%), Luis Eduardo Magalhães, Barra do Choça, Barra do Rocha e Boninal (30%). Os dados divulgados pela SEI são obtidos através de geolocalização de dispositivos móveis [celulares, tablets] pela plataforma InLoco.

Comentários

Leave a Response