Famosos

Acusado de assédio, Petrix é eliminado do BBB 20 com 80,27% votos

Acusado de assédio e envolvido em polêmicas, Petrix Barbosa foi o segundo eliminado do Big Brother Brasil 20. Em um paredão quádruplo, o ginasta teve 80,27% dos votos.

Em segundo lugar para deixar a casa ficou Hadson com 16,63%. Babu e Pyong tiveram índice muito menor, com 0,44% e 0,66%, respectivamente.

A primeira confusão que Petrix se viu envolvido foi logo na primeira festa do BBB 20, no dia 24 de janeiro, quando ele foi acusado por internautas de pegar nos seios de Bianca Andrade, a Boca Rosa. O público, na ocasião, pediu a expulsão do ginasta.

O apresentador Tiago Leifert falou sobre o ocorrido após a primeira festa. Chamada ao confessionário e questionada sobre os fatos, a blogueira disse que se lembrava de ter dançado um xote com Petrix e que ele a abraçou no final da música. Após ser questionada se em algum momento havia se sentido incomodada com a abordagem do atleta, Boca Rosa foi categórica ao afirmar que não houve assédio, apenas uma tentativa do ginasta em animá-la.

Após o depoimento, a produção decidiu manter o ginasta no programa.

Alguns dias depois, Petrix foi acusado novamente de cometer assédio sexual com Boca Rosa. Um vídeo mostra o esportista esfregando o quadril na blogueira durante um abraço.

Na festa da madrugada do dia 30, Petrix foi acusado de roçar a genitália na cabeça de Flayslane.

Logo depois, internautas voltaram a pedir a expulsão do ginasta. Na noite da própria quinta-feira (30), Tiago Leifert disse que Petrix foi advertido e que a situação dele na casa era preocupante.

O programa, porém, não mostrou a conversa que a direção teve com o ginasta no confessionário. Após a advertência, o ginasta pediu desculpas a Boca Rosa e Flayslane.

Dias depois, a Polícia Civil do Rio disse que abriu procedimento para apurar o caso depois que as atitudes do participante ganharam repercussão nacional.
Nesta segunda-feira (3), a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá entregou ao jurídico da Globo uma intimação para ouvir Petrix. O ginasta terá que prestar depoimento até sexta-feira (7).

Petrix se viu envolvido ainda em outra polêmica. Na quinta-feira (30), ele foi indicado ao paredão por Pyong, que ganhou o poder na prova do líder. Já no sábado (1º), durante corrida para atender o Big Fone, o ginasta foi acusado de empurrar o hipnólogo. Inicialmente, Leifert disse que ele não tinha feito nada de errado e o ginasta colocou Pyong no paredão.

Mas no domingo (2), a Globo decidiu rever a decisão e anunciou que Petrix não iria participar da prova que poderia livrá-lo do paredão. A emissora cancelou o bate e volta e com isso ele disputou a preferência do público contra Pyong, Babu (indicado pelo líder Guilherme) e Hadson (mais votado pela casa).

Comentários

Leave a Response