Região

Prosseguem abertas as inscrições para o curso gratuito de Técnico em Fruticultura em Juazeiro

Quem está à procura de um curso técnico gratuito com ampla atuação no mercado tem até o dia 1° de julho para se inscrever no Técnico em Fruticultura oferecido pelo Sistema FAEB/Senar na cidade de Juazeiro (BA). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através deste link até o dia 1° de julho. O edital está disponível acessando aqui.

As aulas, que terão início no dia 22 de julho, serão realizadas de forma presencial, no turno da noite, no Centro de Excelência em Fruticultura do Sistema CNA/Senar. A carga horária é de 1.350 horas, distribuídas em quatro módulos para o desenvolvimento da habilitação técnica profissional. As atividades educacionais são realizadas com metodologia de ensino que promove a integração dos conteúdos teóricos e práticos, mediante a utilização de estratégias diversificadas de aprendizagem.

Processo seletivo

O processo é aberto para todos, mas dará prioridade para produtores rurais, familiares e seus colaboradores. Para concorrer como prioridade na condição de produtor rural é preciso apresentar no ato da inscrição o Certificado de Conclusão do Ensino Médio/Histórico Escolar e um documento que comprove a atividade rural, como Cartão Estadual do Produtor Rural ou Certificado de Cadastro de Imóvel Rural.

Na segunda fase do processo seletivo, será aplicado uma prova objetiva com 10 questões de Língua Portuguesa e 10 questões de Matemática. A aplicação da prova ocorrerá no dia 7 de julho, no Centro de Excelência em Fruticultura, localizado no Distrito Industrial.

Atuação

A formação é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e capacita o aluno para planejar, executar e controlar os processos do segmento da fruticultura. No final da capacitação, o técnico estará apto para atuar em propriedades rurais, empresas de consultoria na produção de frutas, agroindústrias, instituições de assistência técnica, extensão rural e pesquisa, comércio de equipamentos e produtos agrícolas, cooperativas e associações rurais.

Comentários

Leave a Response