Entretenimento

Wesley Safadão é a nova força do forró com músicas de volta por cima

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

RTEmagicC_8742b2751d.jpgSe você está sofrendo, chorando desiludido (a) por um amor que partiu seu coração… Amigo (a), você deve ouvir Pablo. Mas se você superou essa fase e está sambando na cara de quem um dia te desdenhou, então, com certeza, você está ouvindo Wesley Safadão.

Com letras bem-humoradas e, em maioria, com uma mensagem de revanche, o cantor cearense de 26 anos e sua banda Garota Safada conquistaram uma legião de fãs. Hoje, o músico encarta 120 mil cópias do disco homônimo no CORREIO, com a promessa de oferecer um forró sem hora para acabar.

Então, aumenta o som. Afinal, não é tempo de sofrer e sim de lavar a alma. Porque, só depois de amargar um desamor, você pode cantar: “Eu tô de boa, eu tô de boa, vai passando de fininho, eu tô amando outra pessoa”.

E se, mesmo depois do penar, o coração ainda não aprendeu a lição, calma, é hora de gritar a plenos pulmões: “Eu não tenho certeza se deixei de te amar, só cansei de dar amor e você me dar gelo… Sabe aquele gelo que você me deu? Eu tô tomando ele na balada com whisky e Redbull”.

Início
A trajetória de sucesso do cantor começou em Fortaleza, em 2003, quando uma brincadeira de família se transformou na banda Garota Safada. A mãe de Welsey, dona Valmira de Oliveira, é uma das fundadoras do projeto, que no começo não contava com o músico nos vocais.

“Pela banda já haviam passado outros cantores até o dia que um deles disse à minha mãe, uma hora antes de um show, que iria sair. Eu ouvi isso e disse a ela que cantaria no lugar dele. Foi meio que por acaso”, revelou Safadão em entrevista ao Blog do Nildão.

Com o tempo, o músico foi se destacando e o grupo ganhando cada vez mais notoriedade na cena do forró. Foi aí que ele tomou a frente, passou a assinar o nome antes do Garota Safada e conquistou projeção nacional. Em março do ano passado, o grupo lançou seu segundo DVD, também pela promoção do CORREIO, distribuindo 150 mil cópias para os leitores do jornal.

E mesmo com algumas especulações sobre uma possível carreira solo, Wesley é fatídico: “Mas o que seria uma carreira solo? Eu tenho a minha banda e canto sozinho. Acho que não precisa mudar. Time que se ganha não se mexe”, falou para o site de Roberta Jungmann.

Time de série A, podemos dizer. Afinal, no ano passado, Wesley e sua Garota Safada conquistaram a mídia do Sudeste e o posto de nova força do forró. “Eu fico muito feliz porque percebo que o reconhecimento chegou. Hoje estamos em um momento excelente da nossa carreira. E 2015 é o nosso ano, sou muito otimista”, celebrou.

Ele tem razão. Começou o ano em cima do trio, puxando pela primeira vez um bloco no Carnaval de Salvador, o Pirraça/Fecundança, que desfilou no Circuito Dodô, na sexta-feira de folia. “Estou muito feliz com isso. Em ter um bloco pra puxar e, inclusive, um bloco que já é destaque”, declarou depois do desfile de estreia.

E o ritmo não para. Além do novo CD, o músico adiantou que em 2015 vem o terceiro registro em DVD da carreira. “Devemos gravar ainda no primeiro semestre de 2015 o novo DVD”, prometeu.

Fonte: Correio 24h


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comentários