Mundo

Bombas da maratona tinham luzes de Natal

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os acusados do atentado na Maratona de Boston, em 15 de abril de 2013, usaram bombas “relativamente sofisticadas”, fabricadas com fusíveis feitos de luzes de Natal, e detonadores de controle remoto feitos de modelo peças do carro. A informação foi divulgada na noite desta quarta-feira (21) pelos promotores federais em um documento divulgado pela rede de TV CNN. O atentado deixou três mortos e 264 feridos.

“Estes dispositivos relativamente sofisticados teria sido difícil para os Tsarnaevs para fabricar com sucesso, sem treinamento ou ajuda de outras pessoas”, diz o documento da Promotoria.

Para obter o combustível explosivo para as bombas feitas em panelas de pressão, os irmãos Dzhokhar e Tamerlan Tsarnaev “parecem ter esmagado e esvaziado centenas de fogos de artifício contendo pó preto”. Os agentes não acharam o pó na casa dos suspeitos

Dzhokhar Tsarnaev e seu irmão mais velho realizaram o ataque perto da linha de chegada da Maratona de Boston, utilizando panelas de pressão escondidas em mochilas.

Tamerlan Tsarnaev, de 26 anos, foi baleado por policia dias após o ataque durante uma grande operação de perseguição aos suspeitos. Dzhokhar, de 20 anos, foi ferido, mas sobreviveu e agora aguarda julgamento por 30 acusações federais.

Dzhokhar Tsarnaev se declarou inocente da acusação. Ele está preso e ainda será julgado. Tsarnaev pode ser condenado à pena de morte.

Fonte: G1


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comentários