Remanso

Remanso: Para não destruir mais provas, diretora do SAAE é afastada novamente

O Ministério Público do Estado da Bahia, através do representante local, Dr. Sebastião Correa Coelho, requereu a prorrogação do afastamento da Diretora-Presidente do SAAE de Remanso, Mara Cristina Rodrigues Gonçalves.

Segundo a decisão judicial, Mara será afastada por mais 180 dias, por conta que o MP entende que se não afastada seguramente a mesma permaneceria destruindo provas, ocultando registros e coagindo funcionários, impedindo a atuação dos órgãos de controle e investigação e fazendo reinar a odiosa impunidade.

Por continuar sem desempenhar seu labor em função do afastamento, Mara Cristina, deverá deixar de receber dinheiro público a título de renumeração, pois agir contrariamente seria ao quanto escandido seria permitir seu enriquecimento sem causa.

Confira a decisão clicando aqui!

Da redação: redaca@remansonoticias.com.br


Publicidade