Política

Sem habeas corpus preventivo, Lula pode ser preso após 2ª instância

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou por unanimidade (5 votos a zero), em julgamento nesta terça-feira (6) a concessão de um habeas corpus preventivo pedido pela defesa para evitar a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Com o pedido negado hoje no STJ, Lula agora depende do Supremo Tribunal Federal (STF) para se livra da prisão. Condenado pelo TRF-4 a 12 anos em regime fechado, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex no Guarujá (SP), Lula ainda é cotado pelo PT para disputar as eleições desse ano.


Publicidade